Operacional

Gestão Operacional: o guia completo para dominar o varejo

A gestão operacional de um negócio varejista é, sem dúvidas, uma tarefa complicada. São tantas variáveis, tantos números e elementos, que é difícil não ficarmos perdidos.

Por conta disso, devemos aproveitar toda e qualquer oportunidade para aprender um pouco mais sobre a gestão das operações de um negócio desse tipo. Temos que observar as novidades, dicas, técnicas e estratégias para, a partir do aprendizado, melhorar os resultados da nossa empresa.

Aqui no Blog da Newtail, você encontrará uma série de dicas que versam sobre o lado operacional do varejo. Porém, este post irá funcionar como um guia perfeito para você. Conforme irá perceber, as melhores informações foram separadas aqui.

Portanto, se você deseja melhorar a Gestão Operacional do seu negócio varejista, a sugestão é que não deixe de acompanhar este post até o fim. Com isso, sua mente irá se expandir e, consequentemente, seus resultados irão melhorar consideravelmente

Qual deve ser o foco de um boa Gestão Operacional?

O maior desafio da gestão operacional é realmente a dificuldade em definir um foco para as ações. E isso acontece, pois um negócio varejista é marcado por muitos aspectos diferentes.

Nesse tipo de negócio, você encontra aspectos financeiros, gestão de clientes, controles de estoque, logística, custos, vendas, relacionamentos, estratégias de negócios… Realmente, a lista de variáveis não tem fim.

Por conta disso, o ideal é tentar visualizar a sua empresa como um todo. Daí, você irá dividir tudo em setores menores, a fim de atuar nos pontos em que esses setores realmente estiverem falhando.

Logicamente, para ter uma ideia geral do seu negócio, sistemas de gestão acabam se tornando obrigatórios. Com um bom sistema de comércio unificado, por exemplo, você poder ter uma visão clara de todas as faces da sua empresa e, por consequência, uma base mais sólida para tomar decisões.

Resumindo, em um primeiro momento, o que você deve fazer é “arrumar a casa”. Faça o possível para deixar toda a empresa organizada e considere a utilização de sistemas de informação para lhe ajudar a cuidar dessa organização. Quando tudo estiver em seu devido lugar. Você poderá dar maior atenção aos pontos que exigem maior cuidado em cada setor. E esses pontos geralmente são…

Gestão Financeira…

Sem recursos financeiros à disposição, as operações de um negócio não podem acontecer. Por isso, é altamente indicado que você comece cuidando da parte financeira do seu negócio.

Nesse caso, apesar de a gestão financeira também ser bem complexa, os principais problemas dos gestores do varejo costumam ser: controlar o capital de giro, gerenciar os preços, calcular a margem e controlar os custos.

Esses pontos costumam ser as maiores dores de cabeça dos gestores. Todavia, é bom você saber que um negócio bem organizado pode enfrentar esses desafios sem grandes dificuldades.

Para lhe ajudar nesse sentido, não deixe de conferir os guias que existem aqui no Blog da Newtail:

Em todos esses guias, você encontrará dicas muito valiosas. Assim, a sua gestão financeira irá alcançar resultados muito melhores. E, claro, com “as contas no lugar”, você poderá dar atenção a outras áreas problemáticas, como a área de estoques e logística.

Gestão operacional: estoques e logística…

Chegamos agora em um assunto que costuma dificultar bastante a vida de quem deseja fazer uma boa gestão operacional. Toda a parte de estoques e logística é marcada por desafios. Afinal, temos que cuidar da organização, automatizar ações, gerenciar processos, otimizar tarefas e ainda pensar em técnicas para melhorar a questão do frete.

Sim, essa área engloba uma boa série de assuntos. Contudo, vamos com calma. Para começar, mais uma vez, é bom destacar que fazer uso de sistemas de gestão será essencial. Com um bom sistema de gestão de recursos, a organização do seu estoque e da sua operação logística vai melhorar muito.

Outro aspecto que deve ser considerado é a organização física dos estoques. Por mais que seja uma “tarefa braçal”, fazer uso de tecnologias como RFID e seguir boas práticas (como a utilização de SKUs) são ações altamente indicadas.

Ademais, entender conceitos e aplicá-los em novas estratégias é algo que todo bom gestor deve fazer. Por exemplo, entender as definições de picking e packing é o primeiro passo para poder otimizar essas tarefas.

E não se esqueça de manter-se sempre em constante atualização. A área de operações logísticas também está sempre apresentando novidades. Por exemplo, você sabe o que é cross docking? Essa é uma das muitas novidades relacionadas à “ciência da gestão do frete”.

Em síntese, gerenciar os estoques e as operações logísticas é um exercício de aprendizado constante e muita organização. Não se esqueça disso!

Gestão de Clientes…

E quando toda organização já está funcionando perfeitamente, a Gestão Operacional deve dar extrema atenção aos clientes. Sim, é nessa fase que o seu negócio vai “acolher” os consumidores e proporcionar a eles as melhores experiências de compra.

Nesse caso, se você fez todos os estudos financeiros e possui uma operação logística apurada, todo o negócio já estará pronto para operar. Daí, o seu foco deverá ficar apenas em duas frentes: a aquisição de clientes e o pós-venda.

Na aquisição, você irá fazer uso das melhores estratégias de marketing à disposição do seu negócio. Conhecendo o seu público-alvo, tudo ficará mais fácil, por isso, é imprescindível fazer bons estudos.

E sim, esses estudos também devem ser feitos para preparar o seu negócio para datas especiais, como a Black Friday, por exemplo. O cliente deve ser atraído para a sua loja, mas o mais importante é ele retornar sempre para ela.

Com isso mente, acabamos entrando na questão do pós-venda. Como os consumidores atuais estão valorizando cada vez mais as boas experiências, um atendimento de qualidade pode fazer toda a diferença.

Investir na exploração de programas de fidelização e nos melhores conceitos da ideia de SAC 4.0 são ótimas ideias. Prestar um bom atendimento, arrebatar os clientes, medir níveis de satisfação… tudo isso irá reverberar de forma contundente nos seus resultados.

Uma boa Gestão Operacional lida com dados sólidos…

Para encerrar, é bom lembrar que todas as ações relacionadas à sua gestão operacional devem sempre ser analisadas. Definir indicadores de performance é a solução mais acertada para quantificar e qualificar os resultados das suas ações, em qualquer setor.

Você pode criar indicadores de performance para os estoques, para os custos, para as suas operações em meios digitais, para medir a satisfação dos seus clientes e muito mais.

A análise constante dos resultados é a forma mais eficiente de garantir que a sua empresa esteja sempre em pleno funcionamento. Melhor ainda, é uma forma de garantir que tudo esteja sempre em constante evolução, já que sempre é possível otimizar um pouco mais.

Assim sendo, sempre que for iniciar um processo, defina os objetivos das suas ações e os indicadores para mostrar o quanto essas ações foram efetivas. Trabalhar dessa forma é garantir o alcance de resultados sólidos.

Gestão Operacional: continue sempre aprendendo…

Por englobar uma série de variáveis, a gestão operacional de um negócio varejista acaba ficando realmente desafiadora. Devido a isso, o gestor deve ter uma mentalidade voltada a manter-se sempre em constante atualização.

Toda e qualquer solução que possa melhorar os resultados deve ser conhecida e considerada pelos gestores. Felizmente, a categoria Operacional, do Blog da Newtail, está sempre apresentando novidades nesse sentido. Isto é, basta ficar de olho nessas novidades e o seu aprendizado já irá encontrar uma fonte contínua de informações.

De todo modo, como pôde perceber, o primeiro passo de uma boa gestão operacional é organizar tudo. Automatize os seus processos e faça o possível para encontrar sistemas que lhe permitam ter um vislumbre completo do seu negócio.

A partir disso, divida a sua empresa em “centros operacionais” menores. Dessa forma, você poderá avaliar cada setor de forma individual, sem perder de vista o conjunto total.

Bem, é isso… com as informações apresentadas neste post e seguindo os links para os guias específicos, a sua Gestão Operacional irá melhorar consideravelmente. Avalie tudo com calma, organize as suas ideias e, muito em breve, os resultados começarão a melhorar. Boa sorte e até a próxima!

Posts Relacionados

Sem comentários

    Deixe um comentário