Dia a dia do varejo

Principais métricas para ecommerce: entenda LTV, CAC, ROI, etc.

Conhecer as principais métricas para ecommerce é ter à mão as ferramentas necessárias para boas análises do negócio. Por consequência, é ter dados capazes de favorecer, e muito, as estratégias e o processo de tomada de decisão.

Obviamente, como um ecommerce apresenta uma infinidade de dados distintos, o ideal é delimitar aquilo que se deseja medir. Logo, ter uma lista com as principais métricas para ecommerce pode ser a melhor opção para lhe ajudar a poupar esforços.

Pensando nisso, este post tratará de lhe apresentar uma lista com essas métricas mais importantes. Assim, você poderá entender como elas funcionam, como calculá-las e o que fazer com os resultados obtidos.

Então, se a sua intenção é conhecer as principais métricas para ecommerce, com o intuito de avaliar melhor o seu negócio, não deixe de ler este post até o fim. Vamos começar?

Quais são as principais métricas para ecommerce?

De modo geral, as boas práticas do mundo do ecommerce já nos ajudam a ter uma ideia sobre quais são as principais métricas para ecommerce. No entanto, é sempre bom lembrar que o seu conjunto de métricas deverá guardar relação com as suas estratégias.

Isto é, se você quer controlar e medir a eficiência dos estoques, não faria sentido vir com “continhas” que não se encaixam nesse setor, por exemplo. Perceba que as métricas devem ser selecionadas com base naquilo que você deseja medir.

Ainda assim, existem algumas métricas que acabaram se tornando muito comuns no mundo do ecommerce. Geralmente, esse “conjunto padrão” funciona em quase todos os tipos de lojas.

Nós falaremos sobre esse conjunto a seguir, porém entenda que a definição das métricas do seu negócio é feita por você, considerando as particularidades da loja e suas próprias estratégias, ok? Vamos às principais métricas para ecommerce…

Principais Métricas para o Ecommerce:

CAC (Custo de Aquisição de Clientes)

Essa é uma métrica cuja função é explicada pelo próprio nome, ou seja, é o custo médio para adquirir um cliente para o seu negócio. Com essa métrica, é possível qualificar as suas estratégias de marketing de uma forma bem interessante.

O cálculo do CAC não chega a ser complicado. Entretanto, elencar todos os investimentos feitos na aquisição de clientes pode ser um pouco difícil. Nesse caso, inclua sempre os custos com profissionais de marketing e comercial, investimentos e treinamentos, softwares, anúncios, pessoal terceirizado, etc. Com a relação dos investimentos em mãos, bastará proceder ao cálculo:

  • CAC = soma dos investimentos / número de clientes novos

LTV (Lifetime Value ou Valor do Ciclo de Vida)

O LTV “anda lado a lado” com o CAC. Afinal, essa métrica diz respeito ao valor que o cliente gera para o seu negócio durante toda a relação comercial. Logo, se o seu CAC for maior que esse valor, quer dizer que você gasta muito com um cliente que não gera resultados para a sua empresa.

Com o LTV, é possível verificar quanto valor, de fato, um cliente traz para a sua empresa. Quanto maior, melhor. O cálculo é feito da seguinte forma:

  • LTV = ticket médio x média das transações x tempo de retenção

ROI (Return Over Investment ou Retorno do Investimento)

Dentre as principais métricas para ecommerce, o ROI é a mais famosa. Como o nome sugere, trata-se de um dado que quantifica os resultados de uma ação. Por exemplo, se você investe determinado valor em anúncios e seu ROI é positivo, quer dizer que seus anúncios foram um sucesso.

Em outras palavras, podemos dizer que o ROI é o índice que representa o seu lucro. Sim, de forma resumida, ele diz assim: você gastou X e recebeu X + X, logo, seu investimento foi bem recompensador. Anote aí a fórmula:

  • ROI = [(lucro – investimento) / valor do investimento] x 100

Giro de Estoque

Um conjunto com as principais métricas para ecommerce deve possuir métricas relacionadas ao estoque. Esse setor é essencial para qualquer loja virtual e, por isso, deve ser avaliado com atenção.

No caso do Giro de Estoque, a intenção é avaliar a situação atual dos recursos disponíveis em estoque. Com esse indicador é possível prever o quanto os estoques irão durar, quanto valor eles vão gerar para a empresa, entre outras coisas. A fórmula é a seguinte:

  • Giro de Estoque = Total de Vendas / Volume Médio de Estoque

Estoque Crítico

Esse é o indicador que considera a quantidade de produtos que a loja deve possuir para que nunca faltem opções para os clientes. Como pode perceber, trata-se de uma métrica muito importante, já que ela sinaliza as necessidades de reposição do estoque.

Para chegar a esse indicador, será necessário fazer uso de duas fórmulas. Anote aí:

  • Consumo Médio Diário = consumo de determinado produto por dia / dias do período analisado;
  • Estoque Crítico = consumo médio diário x tempo de reposição;

Principais métricas para ecommerce: agora é só analisar…

Uma das vantagens do ecommerce é que tudo pode ser quantificado facilmente. Graças às ferramentas tecnológicas, muitos dados podem ser acessados com facilidade. E isso, claro, favorece os cálculos de forma substancial.

Portanto, agora que você já conhece as principais métricas para ecommerce, a sugestão é que você faça as suas análises, considerando períodos de tempo específicos e todas as particularidades do seu negócio. Lembre-se de que há muitas métricas e que a seleção delas será feita com base nas suas estratégias.

Enfim, as principais métricas para ecommerce já irão lhe oferecer uma visão geral sobre várias faces do seu negócio, mas não deixe de lado a necessidade de fazer análises ainda mais profundas.

Posts Relacionados

Sem comentários

    Deixe um comentário