Dia a dia do varejo

Os principais marketplaces para se vender no Brasil

Fazendo uso dos principais marketplaces para se vender no Brasil, uma loja pode ampliar o alcance dos seus produtos e, consequentemente, melhorar os resultados de forma considerável.

Obviamente, a qualidade desses marketplaces e a confiança das marcas que operam os produtos deve ser muito bem avaliada. Afinal, o maior benefício de um marketplace é “o empréstimo” da autoridade e do alcance das grandes marcas.

Por conta disso, este post irá lhe apresentar uma lista completa com os principais marketplaces para se vender no Brasil. Conforme irá perceber, as opções foram selecionadas em função da qualidade do marketplace e do posicionamento no mercado.

Com isso, você poderá avaliar os principais marketplaces para se vender no Brasil e tomar uma decisão muito mais bem fundamentada. Certamente, uma boa escolha irá reverberar nos resultados do seu negócio. Então, não deixe de conferir… Vamos começar?

Um breve resumo sobre o funcionamento dos principais marketplaces

Apenas para lhe posicionar no contexto dos principais marketplaces para se vender no Brasil, é importante destacar o funcionamento básico desses “locais”.

Nesse sentido, é bom saber que um marketplace nada mais é do que um sistema disponibilizado por grupos detentores de marcas bem conhecidas, que permite a venda de produtos por parte de qualquer lojista.

Por exemplo: as famosas Lojas Americanas. Essa marca pertence a um grupo chamado B2W. Ao entrar no marketplace da B2W, você terá um espaço para ofertar seu produtos. Isto é, seus produtos aparecerão no site Americanas.com e estarão ao alcance de todos os clientes da loja.

Como pode imaginar, essa grande exposição dos seus produtos, somada à autoridade e à confiabilidade das grandes marcas tem grande potencial de melhorar os seus resultados.

Assim, fica claro entender que escolher os principais marketplaces para se vender no Brasil é essencial. Felizmente, você terá, a partir deste ponto, uma lista bem completa. Acompanhe…

B2W Marketplace

Como foi destacado no exemplo acima, o B2W Marketplace pertence à empresa B2W, que é dona de três grandes sites:

  • Americanas.com;
  • Shoptime.com;
  • Submarino

Essa é uma das opções mais populares do momento e os números e funcionalidades do marketplace justificam tal popularidade. Confira:

  • 635,5 milhões de pageviews mensais;
  • 154,7 milhões de visitantes únicos por mês;
  • Não precisa de investimento inicial. A loja paga por venda (16% de comissão);
  • Sistemas internos muito interessantes. Opções para anúncios, gestão de pedidos, monitoramento de concorrentes e muito mais.

Sem dúvidas, o B2W Marketplace é uma excelente opção para quem deseja impulsionar as vendas. A plataforma é amigável e o cadastro é feito sem grandes dificuldades.

Marketplace Via Varejo

A Via Varejo é mais uma das gigantes do comércio nacional e, com certeza, possui um dos principais marketplaces para se vender no Brasil. A empresa é dona de 3 grandes sites:

  • CasaBahia.com;
  • Pontofrio.com;
  • Extra.com.br.

As opções são muito reconhecidas e gozam de uma excelente reputação junto aos consumidores. Além do mais, os números e funcionalidades da plataforma também são bem atrativos. Veja bem:

  • 59 milhões de visitas mensais;
  • 100 milhões de buscas mensais;
  • Opções de segurança;
  • Suporte especializado e apoio na gestão dos produtos e vendas.

Essa opção também é muito atrativa, visto que as marcas que pertencem à Via Varejo têm grande apelo e os números indicam um fluxo de pessoas enorme.

Marketplace Netshoes

Para quem procura por uma opção um pouco mais específica, o Marketplace Netshoes pode ser uma ótima alternativa. Dentro do grupo Netshoes é possível expor produtos em dois grandes sites:

  • Netshoes.com.br;
  • Zattini.com.br.

A Netshoes é um dos maiores nomes dentro do comércio de produtos esportivos e a Zattini também possui um seleto grupo de clientes. Conforme os números abaixo sugerem, essa é outra excelente opção:

  • 54 milhões de visitantes únicos;
  • Marca bem conceituada dentro de nichos bem específicos;
  • Acesso às condições e facilidades da própria Netshoes;
  • Antecipação de recebíveis.

Caso o seu negócio se encaixe com a proposta da Netshoes, essa pode ser a melhor alternativa, visto que o nicho pode ser atendido de uma forma mais eficiente. E melhor, todo o processo de cadastro é bem simples.

Mercado Livre

É impossível falar sobre os principais marketplaces para vender no Brasil sem citar o Mercado Livre. A plataforma é uma referência, em termos de marketplaces, e abre as portas para grandes oportunidades, até mesmo para comerciantes pessoas físicas. Conheça alguns números da plataforma:

  • 154 milhões de usuários registrados;
  • 28 mil categorias de produtos;
  • 6 compras por segundo.

Realmente, os números do Mercado Livre impressionam. Não à toa, o site é um dos pioneiros e mais populares do segmento.

GFG Marketplaces

Fechando esta lista com os principais marketplaces para se vender no Brasil, temos as opções pertencentes ao Global Fashion Group (GFG). Nesse caso, temos os seguintes sites:

  • Dafiti.com.br;
  • Kanui.com.br;
  • Tricae.com.br.

Cada uma das opções apresentadas possui públicos muito bem definidos e podem ser grandes opções caso o perfil do seu negócio seja compatível. Os cadastros são simples e as vantagens são interessantes:

  • Loja personalizada dentro dos Marketplaces;
  • 10 milhões de visitantes únicos por mês;
  • Plataforma muito intuitiva;
  • Suporte nas questões envolvendo o marketing e a oferta de produtos.

Com as opções do GFG, lojas de moda e vestuário têm uma grande chance de obter destaque e potencializar seus resultados. Sem dúvidas, vale a pena conferir.

Esses são os principais marketplaces, avalie-os e boa sorte…

Com a lista apresentada, você já terá consciência de quais são os principais marketplaces para se vender no Brasil. Ainda assim, é bom ressaltar que essas são as opções mais destacadas. Isto é, caso o seu negócio demande outro tipo de plataforma ou nicho, é bom procurar por outras opções, dentre as diversas alternativas existentes hoje em dia.

Posts Relacionados

Sem comentários

    Deixe um comentário