O maior blog de Retail Media do Brasil: tudo que você precisa saber sobre mídia no varejo!
Retail Media: parceria entre indústria e varejo contribuem para o sucesso da estratégia

Retail Media: parceria entre indústria e varejo contribuem para o sucesso da estratégia

Descubra o poder da parceria entre varejo e indústria no Retail Media e alcance resultados incríveis em suas estratégias de marketing.
16/05/2024 8 minutos de leituraPor Mariana Melo

O Retail Media tornou-se uma das principais estratégias de publicidade, proporcionando aos varejistas e indústrias (anunciantes) a oportunidade de alcançar o público-alvo de maneira mais eficiente e personalizada. 

Essa estratégia se baseia na utilização dos dados de vendas, comportamento de compra e preferências dos clientes – que são obtidos a partir das interações realizadas nas lojas físicas e online do varejo –  para criar campanhas de mídia de acordo com o momento do shopper. 

Com essas informações valiosas em mãos, os varejistas e as indústrias podem criar campanhas de anúncios altamente segmentados e personalizados, que impactam os consumidores no momento certo e no local mais adequado.

Se você quer potencializar suas estratégias de marketing e publicidade e alcançar resultados incríveis por meio do Retail Media este artigo é para você. 

Vamos explorar a importância de compartilhar dados de vendas e audiência, e como essa parceria entre varejo e indústria impulsiona o crescimento e fortalece a relação entre ambas as partes. Acompanhe conosco e mergulhe nesse universo que revolucionou o varejo.

O ecossistema do Retail Media

Assim como um ecossistema na natureza, o ecossistema de Retail Media é um sistema interativo, no qual diferentes participantes colaboram entre si para alcançar um equilíbrio e autossuficiência. Neste contexto, os elementos envolvidos são:

  • Marcas/Anunciantes: Desempenham um papel central nesse ecossistema, representando a demanda por espaços publicitários nas plataformas de varejo. Elas buscam aumentar a visibilidade de seus produtos e serviços, promovendo-os aos consumidores finais e estabelecendo uma conexão mais próxima com seu público-alvo.
  • Varejistas: São a oferta do ecossistema, fornecendo o espaço publicitário em seus sites, aplicativos e lojas físicas. Ao disponibilizarem esse espaço para as marcas, os varejistas têm a oportunidade de diversificar suas fontes de receita, além das vendas de produtos, gerando valor adicional por meio da comercialização de anúncios.
  • Agências: Desempenham um papel intermediário entre as marcas e os varejistas. Elas atuam como representantes dos clientes das marcas, sendo responsáveis, geralmente, por planejar, criar e implementar as campanhas de Retail Media. Garantem que as campanhas sejam relevantes, atrativas e alcancem os objetivos das marcas.
  • Consumidores: Os consumidores são o “destino final” dentro desse ecossistema e a razão por trás de todas as estratégias desenvolvidas pelas marcas, varejistas e agências. O objetivo do Retail Media é alcançar o consumidor de forma impactante e relevante, influenciando suas decisões de compra e criando uma experiência de consumo mais satisfatória.

Dentro desse ecossistema, a colaboração e a sinergia entre os elementos são fundamentais para o sucesso das estratégias de Retail Media. 

A troca de informações e a cooperação entre marcas, varejistas e agências são cruciais para criar campanhas eficazes que atinjam o público-alvo de forma assertiva, gerando impacto positivo nas vendas e na visibilidade das marcas.

Joint Business Plan (JBP)

O Joint Business Plan (ou JBP) é uma estratégia que envolve a colaboração entre a indústria e o varejo, além de envolverem agências como intermediárias, visando o reconhecimento de interesses mútuos e a obtenção de benefícios para ambas as partes, bem como para os consumidores finais.

Dentre os principais objetivos que podem fazer parte de um JBP, estão o aumento do faturamento e do ticket médio, a criação e expansão de canais de venda, o fortalecimento da marca, e o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias. No entanto, é importante ressaltar que o foco na satisfação dos clientes é uma métrica fundamental para medir o sucesso da implementação do JBP.

Embora o aumento do faturamento seja um dos objetivos, é essencial compreender que o JBP não se trata apenas de uma estratégia de vendas. Ele requer um estudo profundo sobre o mercado, as empresas envolvidas e os objetivos a serem alcançados.

Para que o JBP seja bem-sucedido, é fundamental realizar um planejamento conjunto com a participação ativa da indústria e do varejo, desde a definição dos objetivos, passando pelo compartilhamento de dados, até a execução das estratégias. Isso exige a formação de uma equipe multidisciplinar, composta por profissionais com experiência em planejamento e com conhecimentos tanto da indústria quanto do varejo. 

Quando duas empresas se comprometem a participar dessa estratégia, estabelece-se uma parceria que permite a união de esforços em prol de um objetivo comum, facilitando a obtenção de resultados significativos.

O valor dos dados compartilhados

No cenário moderno do varejo, o sucesso das parcerias entre varejistas e marcas depende cada vez mais de decisões embasadas em dados. 

Varejistas e marcas frequentemente dependem dos dados uns dos outros para tomar decisões informadas sobre oferta de produtos, desenvolvimento de estratégias de marketing e gerenciamento de estoque. 

Um dos principais benefícios do Retail Media é a capacidade de utilizar dados do consumidor em tempo real para embasar decisões de marketing.

Ao utilizar dados first-party, coletados a partir do comportamento do consumidor dentro das plataformas de varejo, o Retail Media pode direcionar anúncios relevantes, levando em consideração interesses, preferências e necessidades individuais. 

Isso aumenta a visibilidade da marca e cria uma experiência personalizada para o consumidor, aumentando as chances de conversão e fidelização. 

Ao invés de focar apenas na parte final do funil, o Retail Media desempenha um papel essencial ao longo de toda a jornada do consumidor.

A importância da confiança no compartilhamento de dados

A confiança desempenha um papel fundamental em qualquer relação comercial bem-sucedida e é especialmente crucial quando se trata do compartilhamento de dados. 

Para construir uma base sólida, é essencial que ambas as partes tenham plena confiança na precisão, segurança e privacidade dos dados compartilhados. Isso inclui garantir a conformidade com as regulamentações de proteção de dados, para que as informações sejam manuseadas de forma ética e responsável. 

Hoje em dia já existem plataformas tecnológicas que permitem que o compartilhamento

seja seguro e automatizado, sendo um recurso valioso para ambas as partes.

É importante sempre deixar claro que não são compartilhadas informações pessoais como CPF e endereço, os dados são anonimizados e focados no comportamento de compra.

A primeira pesquisa de Retail Media do Brasil evidencia que 60% dos varejistas respondentes não vendem dados de sell-out para as indústrias.

Compartilhar esses dados é crucial para monetizar seus ativos de mídia e informações, permitindo acordos mais lucrativos e um planejamento estratégico mais direcionado e eficaz.

A relação entre marca, varejista e clientes em um contexto publicitário

Já deu para perceber que o Retail Media é essencial na publicidade atual, desempenhando um papel cada vez mais importante para criar uma experiência de compra coesa e integrada tanto para os consumidores online quanto offline.

O segredo do sucesso do canal está na harmoniosa interação entre as táticas de mídia utilizadas onsite e offsite. Essa sinergia gera um ciclo virtuoso que impulsiona o desempenho das campanhas e alcança os objetivos comerciais almejados.

Através de uma abordagem baseada em dados e tecnologia, o Retail Media permite que os varejistas atraiam um público altamente qualificado para seus sites e pontos de venda físicos, aumentando o número de visualizações de páginas e impulsionando suas receitas. Além disso, essa estratégia otimiza o investimento em mídia, liberando recursos extras para fortalecer a posição das marcas no mercado competitivo. 

Ao investir em mídia no varejo, o foco deve estar nos objetivos estratégicos, como conversão, consideração ou conscientização, em vez de limitar-se apenas aos canais tradicionais.

Para tirar o máximo proveito dessa estratégia, é essencial manter a flexibilidade e fluidez no processo de planejamento e alocação de recursos, permitindo uma otimização constante dos investimentos em Retail Media ao longo do tempo.

Conclusão

Em resumo, o Retail Media é uma estratégia poderosa de marketing e publicidade que une indústria e varejo para alcançar o público-alvo de maneira eficiente e personalizada, usando dados de vendas e comportamento dos consumidores. 

A colaboração entre marcas, varejistas e agências, com confiança no compartilhamento de dados, leva a decisões mais direcionadas e eficazes, melhorando a experiência do consumidor. 

O uso inteligente dos dados permite otimizar recursos e focar em canais relevantes para metas estratégicas, enquanto a mídia offline amplia a visibilidade da marca no ponto de compra físico, tornando o Retail Media fundamental para o sucesso no mercado atual.

O Retail Media é uma abordagem dinâmica e inovadora que revolucionou o varejo, proporcionando uma experiência de compra mais coesa e integrada para os consumidores. Mas você sabe como aumentar a fidelização de clientes com Retail Media? Confira e aprimore as suas estratégias! 

Mariana Melo

Jornalista, especialista em conteúdos relacionados ao varejo, indústria, dados e consumo.

Publicações relacionadas