Dia a dia do varejo

Ecommerce no Brasil: conheça o panorama atual?

Já faz algum tempo que o ecommerce no Brasil vem apresentando números surpreendentes. Impulsionado pela força dos chamados consumidores da Geração Y, o setor registra resultados impressionantes. No entanto, como as coisas costumam mudar rapidamente na internet, muitos se perguntam: “como está o panorama do ecommerce hoje?”.

Bem, a questão apresentada é bem razoável. Afinal, a internet já viu modelos de negócios alcançando o auge e morrendo na sequência. Para quem está pensando em investir no segmento, conhecer o panorama atual é essencial.

Felizmente, este post irá lhe dar um diagnóstico geral do setor do ecommerce no Brasil. Dessa forma, com base nos dados apresentados, você poderá se convencer de que apostar em uma loja virtual ainda é uma ótima opção. Vamos começar?

Dados do ecommerce no Brasil: já consolidados…

Para começar esta análise do panorama do ecommerce no Brasil, vamos começar por alguns dados que já foram consolidados. Isto é, informações históricas que não estão mais sujeitas a alterações. Assim, poderemos firmar uma base sólida, antes de entrar no campo das previsões…

Cabe destacar que as informações apresentadas abaixo foram baseadas no levantamento Webshoppers, que é uma referência quando falamos sobre o mundo do ecommerce, ok? Confira…

  • Apenas no primeiro semestre de 2019, o setor faturou mais de R$ 26 bilhões, com as regiões Sudeste e Sul ficando responsáveis por mais da metade desse valor;
  • 5,3 milhões de consumidores novos, ou seja, aqueles que fizeram suas primeiras compras online, sugiram no primeiro semestre de 2019;
  • Em termos de faturamento geral, o Brasil já figura como o maior expoente do setor em toda a América Latina. Em 2018, o ecommerce no Brasil faturou R$ 133 Bilhões;
  • 36% de toda a população brasileira é “Digital Buyer”, ou seja, boa parte da população nacional é composta por pessoas que fazem compras de forma online. Detalhe: ainda há um grande público a ser conquistado;
  • Apenas no primeiro semestre de 2019, o volume de pedidos registrados pelo ecommerce já alcançou o total de 65,2 milhões.

Resumindo, de forma alguma é possível dizer que o ecommerce no Brasil está “mal das pernas”. Pelo contrário, os números sugerem um mercado aquecido, que pode, explorando novas técnicas, conquistar ainda mais clientes e, consequentemente, gerar melhores resultados.

E quais são as previsões para o ecommerce no Brasil?

Agora que já verificamos que o ecommerce no Brasil está caminhando muito bem, podemos começar a falar sobre as previsões. Nesse sentido, a Ebit Nielsen, empresa que é referência em análise e mensuração de dados, pontua que, até o fim de 2019, o crescimento do setor será excelente. Acompanhe as informações:

  • A previsão, no que tange ao faturamento, é de um crescimento de 15%, com valores alcançando mais de R$ 61 Bilhões;
  • O volume de pedidos também deve aumentar em 12%, alcançando a impressionante marca de 137 milhões;
  • O valor médio das compras também terá um aumento. Nesse caso, a variação percentual será de 3%, com a média atingindo R$ 447.

Segundo informam representantes da Ebit Nielsen, os dados foram analisados e alguns fatores importantes serão cruciais para que os crescimento do ecommerce no Brasil continue sendo satisfatório.

Nesse sentido, foram destacados: o crescimento no número de compradores online, o aumento nas vendas de produtos com alto giro e a melhora nas tecnologias dos sites e nos processos de gestão.

Enfim, a tendência é que o ecommerce no Brasil continue crescendo de forma sustentável. Assim como os clientes estão se adaptando aos contextos das compras online, as lojas virtuais estão melhorando seus atendimentos.

Com base nos dados apresentados, é possível dizer que apostar no ecommerce continua sendo uma excelente opção para quem deseja empreender pela internet.

Dicas para ingressar no ecommerce…

Para encerrar este post sobre o panorama do ecommerce no Brasil, é possível apresentar algumas dicas que os levantamentos das empresas citadas nos posts sugerem…

A definição de novas estratégias para o ecommerce deverá levar em consideração alguns aspectos muito importantes. Acompanhe:

  • Tecnologias de interface que simplifiquem a vida do consumidor. Dinamismo e celeridade são as palavras-chave aqui;
  • Investimento em análises mais minuciosas do público-alvo, com o intuito de definir quais produtos realmente atraem os consumidores;
  • Foco na experiência do consumidor, desde a aquisição até o pós-venda. Os consumidores atuais valorizam todo o processo. Logo, tudo deve ser ágil, prático e prazeroso;
  • Experiências em diversos canais. Nesse ponto, todos os conceitos de multicanalidade, omnichannel e comércio unificado devem ser considerados. O negócio deve estar ao alcance dos clientes a qualquer tempo e em qualquer mídia ou localidade;
  • Investir em soluções para dispositivos móveis é essencial. 64% das compras feitas no primeiro semestre de 2019 foram fechadas com smartphones.

Considerando esses pontos em suas estratégias, você já poderá ingressar no mundo do ecommerce com certa vantagem. Obviamente, tudo dependerá das suas intenções iniciais e do seu potencial de investimento. De todo modo, o importante é saber que o ecommerce no Brasil continua crescendo…

Ecommerce no Brasil: ainda há muitas oportunidades!

Conforme pôde verificar, os números indicam que o crescimento do ecommerce no Brasil continua acontecendo de uma forma bem sustentável. O setor vem registrando dados poderosos e dando esperança para novos empreendedores.

Portanto, se a sua intenção é começar a investir no ecommerce no Brasil, saiba que se trata de um setor que continua caminhando a todo vapor, com muitas oportunidades à disposição e um enorme público esperando para ser conquistado. Lembre-se de fazer um bom planejamento e definir um modo de atuação preciso. Desse modo, as chances de sucesso serão as melhores possíveis.

Posts Relacionados

Sem comentários

    Deixe um comentário