Dia a dia do varejo

Checklist Black Friday: 6 coisas que um lojista não pode esquecer

O lojista que vai até a internet e faz buscas do tipo “checklist Black Friday” tem a clara intenção de ter uma lista com aspectos que não podem ser negligenciados durante a preparação da loja para o Black Friday. E esses aspectos são tantos, que é muito fácil ficarmos “perdidos”.

Sim, a preparação para a Black Friday exige que os lojistas considerem muitas variáveis e façam uso de uma infinidade de estudos, para garantir que, no fim das contas, o grande dia do varejo seja realmente lucrativo.

Pensando nisso, e atendendo às buscas por um checklist Black Friday, este post irá apresentar seis coisas que nenhum lojista pode esquecer em sua fase de preparação. Isto é, este post vai lhe apresentar pontos que não podem faltar na sua lista de prioridades. Vamos começar?

Planejamento e Estudos

Ao incluir a tarefa de realizar um bom planejamento, com base em muitos estudos, no seu checklist Black Friday você estará, automaticamente, dando uma boa base para todos os outros itens da lista.

Afinal, estudos acerca do aumento do volume, da necessidade de estoque, dos processos de logística, das necessidades de mão de obra e muitos outros, são imprescindíveis para nortear as suas ações.

Faça o seu “dever de casa” nesse sentido e garanta que o seu planejamento seja formado por metas sólidas, com guias para cada ação. Assim, o seu checklist Black Friday já terá as premissas para garantir que os resultados das suas ações sejam os melhores possíveis.

Preparação da Infraestrutura

Com base no seu estudo acerca do aumento no volume de pessoas que irão visitar a sua loja, você deverá analisar o estado “pré” Black Friday do seu negócio, a fim de identificar os pontos fracos da sua infraestrutura.

Seu site está preparado para receber um tráfego intenso e ainda proporcionar uma boa experiência para cada cliente? Sua loja física está estruturada e organizada para o aumento no fluxo de pessoas?

Enfim, são perguntas como essas que devem ser feitas. Sua loja deve estar pronta para lidar com os desafios da Black Friday. E sim, caso você identifique alguns possíveis “gargalos”, o ideal é fazer as devidas alterações com a maior antecedência possível.

Reforço no Estoque

Os estoques são uma presença óbvia em qualquer checklist Black Friday. E não é difícil imaginar por que isso acontece. Pense bem: se no dia a dia normal das lojas, ter produtos em estoque é uma das maiores prioridades, não há motivos para essa regra mudar na Black Friday.

Na verdade, essa se torna uma prioridade ainda maior, já que você deve oferecer bons descontos, sem prejudicar a velocidade das entregas. Logo, é bom usar os dados para verificar a necessidade de fazer um bom reforço no seu estoque.

Aumente a quantidade dos itens que, em sua previsão, serão vendidos com maior frequência. Aliás, considere também a criação de uma provisão para garantir um bom capital de giro. Já que você também pode adquirir novas peças junto aos fornecedores que também estiverem promovendo uma Black Friday.

Foco na Experiência do Cliente

Mesmo com o grande aumento no volume de clientes, a experiência com a sua loja não pode ser prejudicada. Isto é, em todas as ações do seu checklist Black Friday, considere a experiência do cliente como um objetivo geral.

Com base nisso, promova ações que possam proporcionar aos clientes uma bela experiência com a sua loja. Sites mobile friendly, um belo atendimento, sugestões personalizadas, muitos meios de pagamento, processos rápidos e claros e outras ações afins… tudo isso vai ser muito positivo para o seu negócio.

E lembre-se: proporcionar uma bela experiência para o cliente na Black Friday é garantir que ele irá retornar para comprar novamente em outras ocasiões, inclusive na Black Friday do ano seguinte.

Promoções reais

A ideia de “metade do dobro”, que acabou se tornando um estigma da Black Friday aqui no Brasil, não pode, de forma alguma, ser aplicada pela sua loja. Isso mesmo! Risque essa opção do seu checklist Black Friday.

Atualmente, as pessoas já estão muito educadas em relação à Black Friday e sabem realizar pesquisas prévias, a fim de identificar as promoções que são realmente atrativas.

Por conta disso, use os seus estudos para dar base a promoções que realmente façam o cliente se sentir compelido a comprar. Obviamente, todas as promoções devem ser viáveis para o seu negócio. Considere as previsões acerca da demanda e crie promoções verdadeiras.

Reforço no Atendimento

Assim como é preciso reforçar o estoque para atender à demanda, o atendimento também deve ser aprimorado para alcançar o objetivo de proporcionar uma bela experiência para os clientes.

Nesse sentido, todos os investimentos feitos em treinamento e em novos membros para a equipe de trabalho são válidos. Além do mais, não é uma má ideia potencializar também o seu SAC, criando um canal especial para os casos da Black Friday.

Um atendimento de qualidade é um dos aspectos da fidelização de clientes. Portanto, garanta que os seus clientes sejam muito bem atendidos e que não tenham que esperar muito para que esse atendimento possa acontecer.

Faça bom uso do seu Checklist Black Friday

Ao atender aos pontos do seu checklist Black Friday, você estará preparando a sua loja para superar os desafios desse dia tão importante com maestria. Dê total importância ao planejamento inicial e já terá todas as diretrizes para garantir que a sua fase preparatória seja muito eficiente. Depois disso, bastará colher os ótimos resultados.

Posts Relacionados

Sem comentários

    Deixe um comentário