Marketing

Cashback no ecommerce: como usar o sistema para impulsionar vendas

Fazer uso dos sistemas de Cashback no ecommerce tem sido umas das apostas mais frequentes dos comerciantes para impulsionar as vendas. Sob o ponto de vista das empresas, essa é apenas mais uma forma de divulgar o negócio e gerar novas oportunidades. Para os clientes, o sistema é visto como um benefício incrível e é nesse ponto que reside o potencial da ideia.

Para usar o Cashback no ecommerce, a empresa deve criar um plano de ação, encontrar um bom serviço de cashback e garantir que os clientes consigam vislumbrar os benefícios da inscrição no referido serviço. Desse modo, é possível fazer os números melhorarem bastante.

Diante disso, este post tratará de lhe mostrar o que é cashback, como ele funciona e como você poderá aplicar o cashback no ecommerce para impulsionar as suas vendas. Portanto, não deixe de acompanhar as dicas, já que elas podem ser mais uma grande oportunidade para lucrar… vamos começar?

O que é e como funciona o Cashback no ecommerce?

Traduzindo o termo cashback, temos “dinheiro de volta”. E esse é o resumo perfeito do conceito desse sistema. Por exemplo, um cliente vai até a sua loja, faz uma compra e recebe parte desse valor de volta. Os valores são devolvidos por uma empresa que você contratou mediante uma comissão.

Isso mesmo! Os serviços de cashback, que agem como intermediadores das transações, promovendo os seus produtos e fazendo o pagamento das devoluções para os clientes, operam em função de uma comissão paga pelas empresas.

No caso da empresa, o ideal é sempre enxergar os serviços de cashback como se ele fossem vendedores, ou melhor, promotores do seu negócio. Com base nesse raciocínio, você deverá ter a noção de que eles devem receber comissões da sua loja.

Aliás, os valores devolvidos aos clientes vêm exatamente dessa fonte de recursos. Isto é, o intermediador das transações recebe uma comissão da sua loja e dá parte desses valores aos clientes. Assim, todos acabam sendo beneficiados.

Sua loja colhe os muitos benefícios do sistema (que serão apresentados na sequência), os intermediários recebem suas comissões e os clientes, parte dos valores gastos de volta.

Em suma, aplicar o Cashback no ecommerce não é muito diferente de oferecer um plano de recompensas para os seus clientes. A única diferença é que há um intermediador, o que pode fazer tudo ficar mais fácil, já que a gestão das devoluções fica por conta dele.

O benefícios do Cashback no ecommerce…

Para uma empresa que aplica o cashback no ecommerce, os benefícios podem ser muitos. Nesse caso, o ideal é buscar parcerias com serviços de intermediação de qualidade a fim de realmente ter acesso aos seguintes pontos:

  • Maior visibilidade da sua loja: além de incitar a promoção da sua loja por parte das pessoas que gostaram da marca, os serviços de intermediação fazem um belo trabalho de divulgação, aumentando, e muito, o alcance do seu negócio;
  • Aumento do número de clientes: como consequência de uma visibilidade acentuada, o número de clientes também aumenta;
  • Mais vendas: com mais clientes, mais vendas podem acontecer (tudo tem um efeito de “bola de neve”);
  • Mais informações acerca dos clientes: como os serviços de intermediação coletam diversas informações dos clientes (para poder fechar os cadastros), eles acabam sendo uma fonte de dados muito valiosos;
  • Fidelização de clientes: a intenção de um sistema de cashback acaba sendo muito bem vista pelos clientes. Isso aumenta o apelo da sua marca e as pessoas tendem a voltar para comprar mais.

Esses são os principais benefícios de aplicar o Cashback no ecommerce. E, claro, são motivos bem sólidos para você dar início ao processo de implementação do sistema.

Como aplicar o Cashback no ecommerce…

Agora que você já sabe como funciona o sistema de cashback e já tem total noção dos benefícios atrelados a ele, podemos verificar, na prática, como é possível implementar o Cashback no ecommerce. Acompanhe…

  • Faça uma pesquisa profunda em relação às plataformas de cashback. Há muitas opções no mercado. Verifique as condições da parceria;
  • Verifique as regras das plataformas de cashback em relação aos seus clientes. Afinal, é necessário fazer com que o serviço seja realmente benéfico para os seus consumidores;
  • Verifique a necessidade de investimento. Veja se será necessário fazer algum tipo de integração, algum ajuste na loja, etc.;
  • Verifique os valores das comissões. Como você já sabe, a intermediadora dos processos é remunerada mediante uma comissão. Por isso, é importante testar a viabilidade da parceria visando a melhor relação custo x benefício.

Ao seguir esses pontos, você já terá uma boa base para começar a trabalhar na implementação de um sistema de cashback na sua loja. Avalie tudo com calma e verifique se os benefícios serão realmente palpáveis. Se forem, basta criar um plano e executar todas as ações de forma precisa.

Cashback no ecommerce: vai apostar nessa opção?

Chegamos ao fim de mais um post e tudo que você aprendeu aqui poderá ser muito útil para a sua loja. O sistema de cashback realmente traz muitos benefícios para as empresas e aumenta o apelo das marcas junto aos clientes. E o melhor é que, em tese, é uma alternativa bem fácil de ser implementada.

Enfim, agora que você sabe o que é e como implementar o Cashback no ecommerce, basta dar continuidade ao processo. Avalie as suas opções com calma e certifique-se de que, no fim das contas, o sistema irá realmente ser um diferencial da sua empresa. Com isso, suas chances de impulsionar as vendas aumentarão consideravelmente.

Posts Relacionados

Sem comentários

    Deixe um comentário